CONTINUAMOS A CORRIDA CONTRA A CRISE CLIMÁTICA

Competimos no campeonato off-road EXTREME E: 100% elétrico, misto e preparado para causar um impacto positivo no planeta

A equipe ACCIONA | SAINZ XE alcança o segundo lugar na estreia do Extreme E 2022

 

A equipe do ACCIONA | SAINZ XE  terminou em segundo lugar no Desert X Prix, a primeira prova da nova temporada do Extreme E. A equipe 100% espanhola liderada por Carlos Sainz e Laia Sanz marca, assim, a sua melhor participação no Extreme E e se reafirma como uma das principais candidatas ao título final.

Carlos Sainz liderou toda a primeira volta da final e Laia Sanz manteve a equipe ACCIONA na liderança até a penúltima curva, quando finalmente foi ultrapassada pelo carro do atual campeão, Rosberg X Racing, o qual terminou por ser o vencedor.

A escuderia da ACCIONA mantém, assim, a sua linha de progresso e confirma o salto de competitividade esperado após a experiência da série inaugural do ano passado.

A primeira prova desta nova temporada do Extreme E proporcionou aos espectadores uma aproximação às consequências diretas das mudanças climáticas no ecossistema de deserto de Neom, uma das áreas de maior estresse hídrico do planeta.

A CORRIDA PELO PLANETA

 

Montamos a equipe ACCIONA | SAINZ XE Team, liderada pelos pilotos Carlos Sainz e Laia Sanz, a fim de promover a luta contra a emergência climática. Competimos no campeonato off-road EXTREME E: 100% elétrico, misto e preparado para causar um impacto positivo no planeta.

A competição também promove a igualdade de gênero. As regras estipulam que as equipes devem ser formadas por 50/50 homens e mulheres, com o mesmo número de quilômetros percorridos por cada membro da equipe.

As nove equipes utilizarão o Odyssey 21, o veículo off-road oficial 100% elétrico, cujas baterias serão alimentadas por sistemas de hidrogênio verde.

  1. ETAPAS
  2. ACCIONA NO EXTREME E
  3. LEGACY
  4. PILOTOS
  5. O CARRO ACTUALIDADE

Descubra as novas etapas da segunda edição

ETAPA 2: ISLAND X PRIX | Sardenha - Itália

Sardenha - Itália 

06-07 de julho

EM BREVE

  • DESAFIO A ser definido pela organização

 

  • SOLUÇÕES: A ser definido pela organização

ETAPA 1: DESERT X PRIX | Neom - Arabia Saudí - 2º LUGAR: 18 Pontos

Neom - Arabia Saudí 

19-20 de fevereiro 

A Arábia Saudita abriga o maior deserto contínuo de areia do mundo, e é também um dos países com maior pressão hídrica, cuja costa abriga os recifes de corais do Mar Vermelho, um ecossistema ameaçado pelo aquecimento global e pela poluição por plástico.

Os recifes de coral do Mar Vermelho que banham a costa Saudita são um paradigma de resiliência climática e uma joia que o aquecimento global e a poluição do mar ameaçam enfraquecer e alterar. Por este motivo, é essencial aumentar a sensibilização civil e governamental para a preservação e restauração destes ecossistemas marinhos.

Nos ecossistemas de deserto ocorre mais evaporação de água do solo do que a reposição pelas chuvas. O aumento das temperaturas e a escassez de água ameaçam a biodiversidade da região.

Os desertos se caracterizam por suas condições extremamente adversas, pela escassez de água e pelas paisagens áridas. A crise climática exige soluções da sociedade para proteger os ecossistemas e conter a desertificação.

DESAFIO

  • O aumento das temperaturas e dos períodos de seca mais frequentes estão associados ao desmatamento, ao excesso de pastos e ao uso não sustentável de um recurso escasso, como a água, como as principais causas da desertificação. Cerca de 24 bilhões de toneladas de solo fértil desaparecem todos os anos, de acordo com a ONU, e estima-se que a disponibilidade de água em algumas regiões secas diminuirá entre 10% e 30% nas próximas décadas. Ou seja, 2,4 bilhões de pessoas estarão sujeitas a períodos de escassez de água. Da mesma forma, os recifes de coral, como os das águas do Mar Vermelho que banham a Arábia Saudita, correm o risco de deterioração devido ao aumento das temperaturas dos oceanos e dos mares e à poluição induzida por humanos. Este ecossistema é um exemplo de resiliência climática e é uma fonte relevante de serviços ecossistêmicos para os seres humanos.

SOLUÇÕES

  • Queremos conscientizar a população, com o Extreme E, sobre as consequências da desertificação e deterioração dos ecossistemas marinhos, como os arrecifes de coral, e colaborar com especialistas locais e internacionais em projetos destinados à preservação dos ecossistemas afetados pelo impacto das mudanças climáticas.

ETAPA 3: ISLAND X PRIX II | Sardenha - Itália

Sardenha - Itália 

09-10  de julho

A ser comunicado

 

  • DESAFIO A ser definido pela organização

 

  • SOLUÇÕES: A ser definido pela organização

ETAPA 4: COPPER X PRIX | Antofagasta - Chile

Antofagasta - Chile 

10-11 de setembro

EM BREVE

  • DESAFIO A ser definido pela organização

 

  • SOLUÇÕES: A ser definido pela organização

 

ETAPA 5: ENERGY X PRIX | Punta del Este - Uruguay

Punta del Este - Uruguay 

26-27 de novembro

A ser comunicado

 

  • DESAFIO A ser definido pela organização

 

  • SOLUÇÕES: A ser definido pela organização
Competindo com a nossa equipe ACCIONA | SAINZ XE Team no Extreme E: um campeonato off-road pioneiro, misto e sustentável.

ACCIONA

Temos uma convicção: está na hora de acelerar a transição para um planeta mais sustentável e justo. Decidimos fazer parte da competição mista de 4x4 100% elétricos Extreme E para espalhar essa convicção por todo o mundo.

EXTREME EÉ

Uma competição mista revolucionária de 4x4 100% elétricos que leva o campeonato a cinco dos locais mais visivelmente afetados pelas mudanças climáticas. Seu principal objetivo é ambiental e social: conscientizar sobre as mudanças climáticas e a igualdade de gênero, promovendo ações em prol da comunidade nos locais onde são realizadas.

COMO SIGNATÁRIOS DO MARCO DE AÇÃO DO ESPORTE DAS NAÇÕES UNIDAS

firmamos o compromisso de:

  • Educar e comunicar em prol das iniciativas climáticas.

  • Reduzir o impacto climático nos esportes.

  • Promover maior responsabilidade ambiental.

  • Promover a sustentabilidade e o consumo responsável.

  • Promover a igualdade de gênero.

LEGACY

Estamos empenhados em avançar na regeneração sustentável com a participação da equipe ACCIONA | SAINZ XE em Extreme E.

Neste primeiro episódio, o oceanógrafo Carlos Duarte explica a Carlos e Laia o que o Extreme E está fazendo na Arábia Saudita para melhorar o ambiente onde a #DesertXPrix acontece.

 

Conheça nossos pilotos da Equipe ACCIONA | SAINZ XE

O transporte é responsável por 30% das emissões de gases de efeito estufa. Defendemos a eletrificação do transporte para ajudar a combater as mudanças climáticas, de acordo com o Odyssey 21: um 4x4 100 % elétrico.

Odissey 21: O mesmo carro para todos os participantes, as mesmas oportunidades.

O Odyssey 21 é um 4x4 100% elétrico com design exclusivo, capaz de suportar difíceis condições de terreno e temperatura.

Com um motor de 400 kW (o equivalente a 557 cv), o Odyssey 21 é um SUV off-road que revoluciona o cenário de carros de competição. Atinge velocidade de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e suporta inclinações de até 130%.

DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA

DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA

As baterias do Odyssey 21, abastecidas com hidrogênio verde, foram projetadas e desenvolvidas pela Williams Advanced Engineering. Produzem uma potência máxima de 470 kW.

A carroceria externa do Odyssey 21 é composta por fibra de linho natural, um material sustentável que permite, segundo informa a competição Extreme E, uma redução de 75 % da pegada de carbono em todo o processo de fabricação.

ACCIONA Brasil é premiada como uma das empresas mais inovadoras de infraestrutura de 2024

Projeto de automatização das escavações para a Linha 6-Laranja de metrô de São Paulo redeu o reco...

ACCIONA passa a integrar Rede Brasil do Pacto Global da ONU

Como signatária no Brasil, empresa reforça seus compromissos com a sustentabilidade corporativa, ...

Relatório de Igualdade Salarial | ACCIONA CONSTRUCCIÓN S.A.

A diversidade, a igualdade de gênero e a inclusão são temas de extrema relevância para a ACCIONA ...