Este site utiliza cookies próprios ou de terceiros. Ao continuar a navegação você aceita o uso que fazemos destes. Caso queira, você pode modificar suas preferências em seu nevegador.

O que está procurando?

ACCIONA lidera ranking de sustentabilidade

07/08/2020

Empresa ocupa a primeira posição no setor de multiutilidades do índice ESG, e também participa do ranking de sustentabilidade FTSE4GOOD

 

 

ACCIONA foi classificada como a empresa mais sustentável no setor de multiutilidades, que inclui provisão, geração e tratamento de serviços básicos, como energia e água, de acordo com o índice de classificação de risco Sustainalytics ESG, subsidiária da Morningstar e especialista em avaliações ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG). 

A classificação da Sustainalytics traz mais de 450 conjuntos de dados, usados para analisar 70 variáveis. O resultado da ACCIONA foi obtido graças à sua performance integral ao gerenciar projetos e executar ações com o propósito de conter riscos relacionados à ESG, categoria que engloba uma variedade de temas de cunho ambiental e social.

O índice da Sustainalytics é uma das principais referências para investidores internacionais há mais de 25 anos, responsável por oferecer informações detalhadas sobre várias empresas que, juntas, representam mais de 80% da capitalização total das bolsas de valores.

Além disso, a ACCIONA também consolidou sua presença em outro índice, o FTSE4Good, criado pela Bolsa de Valores de Londres. A empresa tem figurado neste relatório anual desde 2011. O FTSE4Good avalia as companhias em relação a: atividade ambiental, direitos humanos, impacto na comunidade, comportamento do mercado, recursos humanos e governança corporativa. 

O FTSE4Good reconhece as iniciativas da ACCIONA em propor soluções para mitigar o aquecimento global por meio de projetos e construções de infraestrutura sustentável e resiliente, incluindo usinas de energia renovável. O índice também destaca a contribuição da empresa para uma transição ampla e justa de energia, graças ao impacto de seus investimentos em energia limpa, focados no desenvolvimento social e nos direitos humanos.

 

 

 

 

Subir