Este site utiliza cookies próprios ou de terceiros. Ao continuar a navegação você aceita o uso que fazemos destes. Caso queira, você pode modificar suas preferências em seu nevegador.

O que está procurando?

Nova interdição de vias no bairro de Perdizes marca o avanço das obras da Linha 6-Laranja

31/08/2021

A Linha Universidade (Linha Uni), concessionária responsável pelo empreendimento da Linha 6-Laranja de metrô, de São Paulo, e a construtora ACCIONA informam a realização de novas interdições no bairro de Perdizes para acompanhar o avanço das obras da futura Estação Perdizes.

Houve interdição total na Rua Apinajés, entre o nº 67 e a esquina com a Av. Sumaré, sem circulação de pedestres e veículos. Há interdições parciais na Av. Sumaré, 196, e na Rua Apiacás, 60, em frente aos canteiros de obras da Linha 6. Nesses trechos, haverá acessos laterais para pedestres, e a via terá circulação de veículos para o fluxo local. Também foi necessário efetuar a alteração no sentido da Rua Apinajés, que passa a ter mão dupla do nº 67 até a Rua João Ramalho. 

Todas as mudanças têm término previsto para setembro de 2025 - com exceção da alteração no sentido da Rua Apinajés; que deverá ser revisada ao final das obras, podendo ou não ser revertida novamente. As intervenções no bairro são feitas e acompanhadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e toda a região foi devidamente sinalizada. Os moradores também foram previamente informados.

Para mais informações, a comunidade também pode entrar em contato com a Central de Atendimento da Linha Universidade - 0800 580 3172 - de segunda a sexta das 8h30 às 17h30.

Sobre a Linha Universidade ou Linha 6-Laranja

Com 15 km de extensão e 15 estações, a Linha 6-Laranja de metrô de São Paulo vai ligar a Brasilândia, na zona norte, à Estação São Joaquim, na região central da cidade, reduzindo a apenas 23 minutos um trajeto que hoje é feito de ônibus em cerca de uma hora e meia. A linha deverá transportar cerca de 630 mil passageiros por dia.

Maior obra de infraestrutura em execução atualmente na América Latina, o empreendimento é uma parceria público-privada (PPP) do Governo do Estado de São Paulo com a Concessionária Linha Universidade, da qual a ACCIONA é sócia. As obras estão em execução pelo braço de construção do grupo ACCIONA, com geração de mais de 9.000 empregos. Depois de finalizada, a Linha 6 será operada pela Linha Uni por 19 anos.

Subir