Este site utiliza cookies próprios ou de terceiros. Ao continuar a navegação você aceita o uso que fazemos destes. Caso queira, você pode modificar suas preferências em seu nevegador.

O que está procurando?

Equipe ACCIONA|SAINZ XE, enfrenta o segundo evento do Extreme-E no Lago Rosa de Dakar

28/05/2021

Extreme-E é o campeonato sustentável que promove a luta contra o aquecimento global, a mobilidade sustentável e a igualdade de gênero

A equipe ACCIONA|SAINZ XE, competirá neste sábado, 29 de maio, na segunda rodada do Extreme-E, o novo campeonato elétrico off-road sustentável que busca aumentar a consciência das ameaças estabelecidas pela mudança climática em cinco corridas divididas entre ecossistemas ameaçados em todo o mundo.

Este segundo evento, o Ocean X Prix, será realizado em Dakar, Senegal, em um circuito natural entre a costa atlântica e o Lago Rosa, um enclave emblemático na história do automobilismo por ter recebido a etapa final do Dakar entre 1979 e 2007. A corrida refletirá o efeito da elevação do nível do mar e a poluição do oceano por resíduos plásticos resultantes da ação humana.  Carlos Sainz e Laia Sanz pilotarão novamente na Equipe ACCIONA|SAINZ XE, ao volante do veículo oficial 100% elétrico da corrida (Odyssey 21), demonstrando a competitividade da mobilidade sustentável, mesmo nos ambientes mais exigentes.

A Equipe da ACCIONA, entra no Prêmio Ocean X Prix em quarto lugar na classificação geral, com 26 pontos. Em sua estreia na Arábia Saudita, não chegaram por pouco à final, ao terminar em terceiro lugar na Semifinal 1, imersos em uma nuvem de poeira que praticamente impediu a ultrapassagem. Com esta nova incursão no automobilismo de alto nível, a ACCIONA procura reforçar seu compromisso social na luta contra a mudança climática e a necessidade de acelerar a transição para uma economia de baixo carbono através do esporte. 

Clima, sustentabilidade e igualdade

A nova competição Extreme-E propõe, pela primeira vez, um formato destinado a promover o desenvolvimento sustentável e a luta contra a emergência climática, bem como a igualdade de gênero, valores com os quais a ACCIONA está comprometida.

A equipe ACCIONA|SAINZ XE, está competindo contra oito outras equipes em cinco corridas a serem realizadas ao longo de 2021 em ambientes afetados pela mudança climática em todo o mundo. O primeiro X Prix foi realizado em Al-Ula, Arábia Saudita, e trouxe as consequências da desertificação e da seca causadas pelo aquecimento global para uma audiência de 18,7 milhões de pessoas.

O Extreme-E, signatário da Estrutura de Ação Climática da ONU, está comprometido em ser uma competição de pegada zero de carbono. Todas as emissões provenientes das corridas e sua logística serão compensadas.

A corrida também promove a igualdade de gênero. As regras estabelecem que as equipes devem ser compostas de 50% de homens e mulheres, com o mesmo número de quilômetros percorridos por cada um dos membros.

Para o Prêmio Ocean X Prix  do Senegal, a competição desenvolverá várias atividades de conscientização ambiental sob a proteção de um comitê científico especializado. Em colaboração com a ONG Oceanium, o Extreme-E e suas equipes ajudarão no reflorestamento dos manguezais e apoiarão o projeto EcoZone que procura minimizar a escassez da comunidade Lac Rose. 

Uma equipe consagrada

Carlos Sainz, piloto e parceiro da equipe ACCIONA|SAINZ XE, venceu o Campeonato Mundial de Rally duas vezes, em 1990 e 1992. Ele também tem três títulos de Dakar em seu nome, e recebeu o mais recente Prêmio Princesa das Astúrias para o Esporte. Completando a equipe está Laia Sanz, que foi campeã mundial de ensaios treze vezes e campeã de Enduro em outras cinco ocasiões. Ela terminou todas as edições do Dakar entre 2011 e 2021, ganhando a categoria de motocicletas femininas. Sua participação representa seu salto oficial de motocicletas para quatro rodas. Nas últimas semanas, ela continuou com a preparação para o Extreme-E no Rally da Andaluzia.

A ACCIONA - que já liderou a primeira equipe capaz de completar um Dakar com um veículo com zero emissões em 2017 - procurará mais uma vez demonstrar a confiabilidade da mobilidade elétrica e a competitividade das energias renováveis nos terrenos mais exigentes. Além disso, a QEV Technologies, uma empresa de engenharia especializada em P&D de mobilidade elétrica e com ampla experiência em competições, será a parceira tecnológica da equipe.

 

 

Subir