Este site utiliza cookies próprios ou de terceiros. Ao continuar a navegação você aceita o uso que fazemos destes. Caso queira, você pode modificar suas preferências em seu nevegador.

O que está procurando?

Linha do Tempo

Descubra nossos marcos históricos

Informações sobre a origem e crescimento da ACCIONA como empresa ao longo de quase um século.


É fundada a MZOV (Compañía de los Ferrocarriles de Medina del Campo a Zamora y de Orense a Vigo), na Galícia.

Em 1861 obteve a linha de Medina del Campo a Zamora e em seguida a licença para o trecho de Orente a Vigo e outros trechos da tão esperada ferrovia que conectaria a Galícia à região central da Espanha, incluindo a capital Madri. Em pouco tempo a Cia MZOV tornou-se uma das empresas líderes em construção do País. Fundada em 1916, a CUBIERTAS Y TEJADOS, S.A. obteve consideráveis prestígio na construção de coberturas e telhados. Cinquenta anos depois, a empresa se fundiu à MZOV. Já ao final dos anos noventa, a CUBIERTAS Y MZOV, S.A. juntou-se à ENTRECANALES Y TÁVORA, S.A. formando assim a ACCIONA.


O engenheiro civil bilbaino, José Entrecanales Ibarra, e o empresário sevilhano, Manuel Távora, fundam a ENTRECANALES Y TÁVORA, S.A., em 11 de março de 1931.

Os primeiros projetos da empresa incluem a reforma da ponte de San Telmo em Sevilha, realizada por sugestão de S. M., o Rei D. Alfonso XIII, para evitar que ficasse escondida a vista da Torre del Oro e obras no porto de Cádiz. Nos anos do pós-guerra, a empresa foi muito ativa, consolidando sua posição como uma das empresas mais inovadoras do país.


Em 1948, a ENTRECANALES Y TÁVORA, S.A. celebrou seu primeiro contrato no exterior e realizou trabalhos em Portugal, Marrocos e Guiné Equatorial. Foi o primeiro passo para a internacionalização da empresa.

Posteriormente, ampliaria sua atuação internacional em diversos países da Ibero-América, Europa, África e Ásia. Basta citar a presença da empresa na Colômbia, Egito, Estados Unidos, Filipinas, França, Hong Kong, Itália, Jordânia, Malásia, México e Porto Rico, dentre outros.


José María Entrecanales de Azcárate, filho de José Entrecanales Ibarra, assumiu o cargo de presidente da empresa com seu irmão, Juan Entrecanales de Azcárate, como Vice-Presidente.

Em pouco tempo, a empresa se ​​ tornou uma referência nacional e internacional nas áreas da construção e engenharia, expandindo suas operações para países como Estados Unidos, Hong Kong, Malásia, Colômbia e México, dentre outros.


No dia 2 de outubro de 1978, nasce a CUBIERTAS Y MZOV, S.A. fruto da fusão da Compañía de Ferrocarriles de Medina del Campo a Zamora y Orense a Vigo, S.A. (MZOV) y CUBIERTAS Y TEJADOS, S.A. (CYT).

A união das duas empresas foi considerada como uma fusão natural, em função de sua complementariedade e do grande número de projetos importantes em que a MZOV e a CYT tinham trabalhado em conjunto. 
A ENTRECANALES Y TÁVORA, S.A. era conhecida principalmente por seu trabalho no setor de infraestrutura. Contudo, nos anos oitenta iniciou uma nova fase, baseada na diversificação voltada para outros setores, como o imobiliário, a produção de vinho, serviços urbanos, telecomunicações etc.


Ao longo dos anos 80 e com o propósito da Expo 1992, começou a ser construída a primeira obra ferroviária de Alta Velocidade na Espanha, que liga Madri à Sevilha.

A ACCIONA participou da sua construção, sendo a primeira a executar uma ponte ferroviária de Alta Velocidade (LAV), construindo 234 Km, de um total de 472 Km. Em função dessa obra, anos depois foi sendo construído o restante dos demais trechos da LAV que interligam a Espanha.
A Espanha é a primeira potência europeia e segunda potência mundial (atrás da China) em Km de Linha de Alta Velocidade construídos, com um total de 3.000 Km. A ACCIONA participou de forma ativa da construção de todos os trechos da LAV em algumas das mais importantes obras. Prova disso são os túneis de Guadarrama, com 14.270 m e 14.000 m de comprimento (quinto lugar no ranking dos mais longos do mundo) do trecho Madri – Segovia e os túneis de Pajares, com 15.000 m e quase 10.000 m de comprimento (oitavo lugar no ranking dos mais longos do mundo) do trecho Madri - Astúrias.


Surge a NECSO (Nueva Entrecanales, Cubiertas, Servicios y Obras).

A Empresa nasce da fusão da Entrecanales y Távora com a Cubiertas y MZOV.


Em função de uma fusão estratégica inicial, na qual a NECSO Entrecanales y Cubiertas foi fundada, em 1997 foi criada a ACCIONA como um grupo diversificado, tendo José María Entrecanales de Azcárate como Presidente e Juan Entrecanales de Azcárate como Vice-Presidente.

A ACCIONA foi constituída como uma holding internacional para as empresas que operam em diversas áreas da indústria e do setor de serviços.


José Manuel Entrecanales Domecq, filho de José María Entrecanales de Azcárate, neto do fundador, é nomeado Presidente, enquanto que Juan Ignacio Entrecanales Franco, filho de Juan Entrecanales de Azcárate, se torna Vice-Presidente.

Ambos conduzem a transição da empresa rumo aos três pilares de crescimento: infraestrutura, energia e água. Esta profunda transformação foi possível graças a um enorme investimento financeiro e a uma aposta decidida pela inovação e o compromisso social como gerador de emprego de qualidade.


A ACCIONA muda sua imagem e estratégia de marca, desenvolvendo o logo pelo qual é conhecida atualmente.

A ACCIONA redefine-se como uma empresa nova e pioneira no desenvolvimento sustentável, através de uma marca inovadora. Sua missão como um líder que contribui para o bem-estar social e o desenvolvimento sustentável significa assumir os pilares básicos da sustentabilidade: geração de bem-estar econômico, proteção ambiental e a responsabilidade social.


A missão da ACCIONA é promover o desenvolvimento sustentável e o bem-estar social como líder em energias renováveis, construção, água e serviços.

A ACCIONA está presente nos principais índices internacionais de sustentabilidade e responsabilidade social.

Subir